17 de set de 2013

Dieta Detox




Se tem uma coisa que está em alta é a famosa dieta Detox.

“A dieta detox tem o objetivo de eliminar toxinas do organismo por meio da urina e das fezes”, afirma a especialista.

A ideia é seguir um cardápio adequado e uma suplementação alimentar. Mas por onde começar?

O primeiro passo é  corrigir a a hiperpermeabilidade intestinal. Para isso, inclua na alimentação sementes de abóbora (a torrada é ótima como aperitivo), melão e melancia (que podem ser misturadas em sucos). Elas são boas fontes de cálcio e magnésio, que têm ação vermífuga.
Alguns nutricionistas receitam a glutamina, um aminoácido que ajuda a recuperar a integridade da mucosa do intestino. Também inclua na dieta os probióticos (como o iogurte), que devolvem ao intestino as bactérias benéficas. Mais uma dica: use temperos como orégano e alecrim, que são antifúngicos e antiparasitários. E você não pode deixar de incluir os alimentos ricos em fibras, que ajudam a regular o funcionamento intestinal.

E depois, qual é a próxima etapa? É reduzir os xenobióticos, substâncias estranhas capazes de produzir  efeitos nocivos ao organismo. Ou seja, é hora de proteger o fígado. Como fazer isso? Rita de Cássia dá algumas sugestões:
• Reduza o consumo de alimentos de origem animal.
• Opte pelo ovo, que tem menos toxinas que as carnes.
• Prefira alimentos orgânicos, cultivados sem agrotóxicos, pesticidas ou adubos químicos.
• Evite alimentos embalados em plásticos, principalmente manteigas e óleos.
• Cozinhe em  panelas de inox.
• Consuma alimentos naturais, livres de corantes e conservantes químicos.
• Não exagere no consumo de álcool.
• Não se automedique. É perigoso.
• Suar é uma importante via de detox e não deve ser inibida.
• Hidrate-se, principalmente com água.


Vale lembrar que a dieta detox deve ser realizada com o acompanhamento de um nutricionista. Além de eliminar as toxinas do organismo, a dieta detox também poderá ajudar na perda de peso. Seu corpo estará mais magro e saudável.

OBS.: ANTES DE INICIAR QUALQUER DIETA, PROCURE UM ENDOCRINOLOGISTA E/OU NUTRICIONISTA.

Fonte: M de Mulher

Nenhum comentário:

Postar um comentário